19 de janeiro de 2009

Sobre os "atos da moderação"

Tolerar que um tópico seja deletado hoje é o mesmo que aplaudir quem queimou livros em praça pública na Idade Média. Ambos agiam em nome da ordem e da disciplina -- quiçá, em nome de Deus --, e a história nos prova que o caminho certo não é bem este.

Concordo com a indignação geral da comunidade: muitas, não foram poucas as vezes, eu PESQUISEI sobre um determinado assunto para não falar impropriedades por aqui, pois já bastam as piadinhas das quais só eu mesmo acho graça.

Não posso condenar o que o JR fez com o tópico "suco de maracujá", pois foi um tópico criado para esculhambar mesmo e via-se que já era natimorto. Tanto que eu nem postei nele -- apesar das coceirinhas nos dedos.

Em contrapartida, do mesmo modo que o "PROTESTE JÁ", deletar o tópico "Israel usa bombas de fósforo branco contra civis" foi desrespeitoso também. Assim como xingar, é aviltante o ato de calar quem sabe utilizar-se do direito de falar. Lamento muito, muito mesmo, quando a liberdade de expressão de um é ferida por causa de quem confunde liberdade com libertinagem. Não é porque um não sabe falar que todos tem que se calar. A liberdade é delimitada por regras sociais e legais, que se encerram onde começa a liberdade do outro. 

Numa madrugada dessas, eu fiquei até quase clarear o dia pesquisando sobre os conflitos entre judeus e palestinos para entendê-los melhor, pois vi que o debate no tópico "Israel usa bombas de fósforo branco contra civis" se estendia em altíssimo nível, com umas respostas permeadas de embasamento histórico, bíblico, religioso, ateísta... daquelas dignas de a gente refletir. 

Não se pode apagar assim o posicionamento da comunidade cristã frente aos fatos não menos históricos do cotidiano. É interessantíssimo ver como nossa sociedade reage aos acontecimentos, que hoje são notícia; amanhã, HISTÓRIA.

Neste momento a comunidade conta com 11.736 membros. A tendência é que problemas como este passem a acontecer mais vezes. Eu participo de comunidades desde 100 membros até 323.000 membros, como a do Rio Grande do Sul. A receita do sucesso de uma comunidade são os TÓPICOS e as ENQUETES, mas, sobretudo, ela deve ter REGRAS e ATOS DA MODERAÇÃO. É necessário que existam REGRAS estabelecidas aqui também, e que o descumprimento delas impliquem ATOS da moderação.

Sei que não é fácil ser interlocutor em um embate ferrenho. Mas, se até os políticos conseguem debater ao vivo na TV, porque então nós, "cristãos" ou não, civilizados, SIM, não haveríamos de fazê-lo?

3 comentários:

  1. Acho essencial o "REGRAS e ATOS DA MODERAÇÃO". Só com eles a comunidade fica realmente democrática. É preciso dar segurança para os postantes, pois assim incentiva-se que os comentários fiquem cada vez melhores.

    Odeio quando tópicos bons (com boas respostas) são deletados. Pra mim é como se a comunidade perdesse um membro.

    No caso de posts ofensivos, acho que tais posts e não o tópico deve ser apagado.

    Foi bom ler a sua opinião. Como vê concordo com boa parte dela.

    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Numa madrugada dessas, eu fiquei até quase clarear o dia pesquisando sobre os conflitos entre judeus e palestinos para entendê-los melhor, pois vi que o debate no tópico "Israel usa bombas de fósforo branco contra civis" se estendia em altíssimo nível, com umas respostas permeadas de embasamento histórico, bíblico, religioso, ateísta... daquelas dignas de a gente refletir.

    Hummmmm.....

    ResponderExcluir
  3. veraleocadio11:18 PM

    Concordo em parte com a exclusão de determinados tópicos que não condizem com o perfil da comunidade. Porém, penso que a moderação deva intervir e tentar " moderar", desviaando o teor dos comentários, sem a exclusão do mesmo.


    É como excluir o membro de uma igreja, sem tentar recuperá-lo.

    Tenho notado que alguns moderadores, em algumas comunidades, valem-se do cargo para exercer poder sobre outros, e não aceitando diferenças apagam seus posts.


    Estamos diante de um impasse, apagar ou não? Aí, entra o bom senso do dono da comunidade, que , em algumas vezes nem se entende com os moderadores e, de forma autoritária, acaba destituindo o mesmo do cargo, colocando outro com o qual se identifica melhor.

    Talvez, num futuro bem próximo, tenhamos códigos de conduta , em forma de leis, para comun idades do orkut.

    Aliás, fizemos parte de uma comunidade, maravilhosa por sinal, onde o dono, sem con sultar os membros deletou a mesma.

    power is power.

    ResponderExcluir

E você, o que vc pensa a respeito???

Compartilhe aqui o seu comentário:

Mais recentes